Correio do Povo

12/08/2017 10:04 - Atualizado em 12/08/2017 10:08

Arte & Agenda > Variedades

Lançamento de livro relembra jornada pelos tempos de Elis

Escritora Alexandra Lopes da Cunha lança "Demorei a Gostar da Elis", trama com um tom saudosista, nesta terça-feira à noite, no Odessa

Este é o quarto livro de Alexandra Lopes da Cunha, o primeira romance- Crédito: Alexandre Alaniz / Divulgação / CP
Este é o quarto livro de Alexandra Lopes da Cunha, o primeira romance
Crédito: Alexandre Alaniz / Divulgação / CP

O lançamento e sessão de autógrafos de “Demorei a Gostar da Elis” (Kazuá) ocorre na terça, 15h, 19h, no Odessa (João Telles, 528). A obra, recheada de referências dos anos 80 (vide guaraná frisante Polar e do cyborg) faz a felicidade dos saudosistas ao pontuar cada abertura de capítulo com trechos de músicas. Belchior, Blitz, The Smiths, Pixies, David Bowie e Guilherme Arantes situam o leitor na Porto Alegre de hoje, mas com passadas pelas décadas de 70 e 80. Vale salientar a capa e ilustrações de Thiene Magalhães, livremente inspiradas no álbum “Falso Brilhante”, lançado em 1976 pela cantora Elis Regina. O livro viaja entre a capital federal e a gaúcha – a autora, assim como a personagem principal, Libertad, nasceu em Brasília e se mudou para o Sul em função da profissão do pai. É seu primeiro romance. A estreia foi em 2013 com o livro de contos “Amor e Outros Desastres”, seguido “Vermelho-Goiaba” (Prêmio IEL 60 anos em 2014). Em 2016, foi a vez de “Bífida”, em parceria com o fotógrafo Raul Krebs, a estreia em poesia. Agora, com esta obra editada a partir de um concurso nacional que deu a autora o prêmio Pavão de Romance, e a edição do livro, Alexandra se apresenta ao público com um trabalho planejado e corajoso, que faz o leitor refletir sobre vida e morte, passagem do tempo, envelhecimento e amor.

VARIEDADES > correio@correiodopovo.com.br