Correio do Povo

17/07/2017 07:39 - Atualizado em 17/07/2017 07:44

Notícias > Rural

Conselho critica aplicativo de consultas veterinárias

Órgão sustenta que serviço prometido não é permitido por Código de Ética

Aplicativo que promete orientações superficiais é criticado por conselho de veterinários- Crédito: Mauro Schaefer / CP Memória
Aplicativo que promete orientações superficiais é criticado por conselho de veterinários
Crédito: Mauro Schaefer / CP Memória

Um aplicativo que promete realizar atendimento veterinário por videoconferência tem provocado revolta entre profissionais do setor. O MédicoVet, disponível para download na plataforma Android, é oferecido pela empresa Brasil Telemedicina, que se apresenta em seu site como “referência no país em orientações, laudos e atendimento à distância”. Mas, segundo o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFVM), esse tipo de serviço não é permitido pelo Código de Ética do Médico Veterinário. “A empresa incorre numa irregularidade de ter uma atividade que não é reconhecida e nem regulamentada pelo conselho”, afirma o presidente do CRMV/RS, Rodrigo Lorenzoni. Ressalta que a prática é observada, neste momento, apenas no mercado pet. No entanto, alerta para os riscos de que, no futuro, o serviço venha a ser destinado a animais maiores, e chama a atenção para o perigo à saúde pública. Em nota, a empresa informou que não realiza consultas à distância, apenas “orientações superficiais”. O aplicativo, conforme o texto, também não prescreve medicamentos ou procedimento clínico cirúrgico.

RURAL > correio@correiodopovo.com.br