Porto Alegre

17ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 24 de Agosto de 2017

  • 09/08/2017
  • 17:30
  • Atualização: 17:42

Flamengo emite nota oficial para defender contratação de Conca

Departamento de futebol assumiu risco após meia passar por duas cirurgias no joelho esquerdo

Flamengo emite nota oficial para defender contratação de Conca  | Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação / CP

Flamengo emite nota oficial para defender contratação de Conca | Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação / CP

  • Comentários
  • AE

O Flamengo divulgou em seu site oficial nesta quarta-feira uma nota para falar sobre a situação do meia argentino Darío Conca, de 36 anos, devido às especulações envolvendo o nome dele nos últimos dias e que sugerem a existência de problemas entre o atleta, a comissão técnica e a diretoria do clube rubro-negro.

O jogador tem causado polêmica em algumas declarações e também nas redes sociais ao responder postagens de torcedores em tom enigmático, dando a entender que o seu afastamento do time tem alguma motivação extra e não somente a avaliação das suas condições física e técnica.

E o Flamengo resolveu divulgar uma nota oficial após o jornal Extra ter publicado uma reportagem em sua edição desta quarta-feira na qual noticiou que o chefe do departamento médico do clube, Márcio Tannure, desaconselhou a contratação do meia argentino após um avaliação realizada em dezembro do ano passado pelo atleta, que passou por duas cirurgias no joelho esquerdo antes de chegar à Gávea.

A reportagem do diário carioca informou que Márcio Tannure havia advertido, no final de 2016, que a segunda operação realizada por Conca em seu joelho adiaria ainda mais o prazo de volta do meio-campista aos gramados, fato que poderia motivar o clube a desistir de trazer o argentino, que anteriormente se destacou no futebol brasileiro com a camisa do Fluminense. Entretanto, a publicação disse que o então vice-presidente de futebol rubro-negro, Flávio Godinho, teria "bancado" a contratação, apesar da restrição médica que colocava a mesma em xeque.

Na tentativa de evitar uma possível crise envolvendo Conca e o clube, a diretoria flamenguista elaborou um texto no qual afirma que a contratação do meia, assim como todas as demais realizadas pelo Flamengo, foi baseada em vários critérios. Entre eles, o histórico do jogador e sua qualidade técnica.

Risco assumido 

A nota lembra que Conca sofreu lesão nos ligamentos do joelho esquerdo ainda enquanto atuava no futebol chinês e que, em decorrência das duas cirurgias a que foi submetido, os riscos para sua contratação foram "apresentados, analisados e assumidos pelo departamento de futebol profissional" do time rubro-negro.

O clube destaca que "desenvolveu um projeto" para a recuperação do meio-campista, com a projeção de etapas para que o "atleta atingisse a sua plenitude". O texto reforça ainda que o jogador tem trabalhado diariamente, conforme programação determinada pela comissão técnica.

Conca não esteve entre os relacionados pelo técnico Jayme de Almeida - que assumiu a equipe de forma interina após a demissão de Zé Ricardo - para o jogo contra o Palestino, do Chile, nesta quarta-feira, no estádio Luso-Brasileiro, no Rio, válido pela segunda fase da Copa Sul-Americana (no duelo de ida, em Santiago, no Chile, o Flamengo venceu por 5 a 2).

Longo período de recuperação

Contratado no início de 2017 junto ao Shangai SIPG, da China, o argentino passou por um longo período de recuperação por causa de uma grave lesão no joelho esquerdo. Ele estreou pelo Flamengo somente no dia 14 de junho, na vitória sobre a Ponte Preta, na primeira partida da equipe no estádio Luso-Brasileiro, adotado pelo clube como nova casa. Também com passagem pelo Vasco no futebol brasileiro, o argentino foi campeão e destaque do Brasileirão de 2010 pelo Fluminense.