Porto Alegre

20ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 22 de Outubro de 2017

  • 06/08/2017
  • 16:53
  • Atualização: 16:59

Rosângela Santos bate recorde e avança à final dos 100m no Mundial

Destaque nas eliminatórias, brasileira consegue um tempo ainda melhor neste domingo ao correr em menos de 11s

Rosângela Santos bate recorde sul-americano e avança à final dos 100m no Mundial | Foto: Adrian Dennis / AFP / CP

Rosângela Santos bate recorde sul-americano e avança à final dos 100m no Mundial | Foto: Adrian Dennis / AFP / CP

  • Comentários
  • AE

O Brasil terá pela primeira vez uma representante na final dos 100 metros em uma edição do Mundial de Atletismo, que em 2017 está sendo realizado no Estádio Olímpico de Londres. Neste domingo, Rosângela Santos se classificou para a disputa de medalha ao ficar em segundo lugar na sua bateria pelas semifinais, tendo registrado um novo recorde sul-americano.

Rosângela Santos já havia se destacado nas eliminatórias, no último sábado, quando fez a marca de 11s04, se classificando com a sua melhor marca pessoal para as semifinais. E neste domingo conseguiu um tempo ainda melhor, o melhor da América do Sul nos 100m, ao correr a distância em menos de 11s, em 10s91.

A brasileira só ficou atrás na segunda bateria da jamaicana Elaine Thompson, que venceu a disputa em 10s84. O triunfo na primeira série foi da marfinense Marie-Josee Ta Lou, com 10s87. E quem se deu melhor na terceira semifinal foi a norte-americana Tori Bowie, exatamente com 10s91, a mesma marca de Rosângela.

Empatada com a velocista dos Estados Unidos, a brasileira fez a terceira melhor marca das semifinais. As outras classificadas para a final foram a holandesa Dafne Schippers (10s98), a marfinense Murielle Ahouré (10s99) e mais duas atletas de Trinidad e Tobago: Michelle-Lee Ahye (11s04) e Kelly-Ann Baptiste (11s07).

Com Rosângela Santos sendo a primeira brasileira a lutar por uma medalha na distância, a final feminina dos 100m no Mundial de Atletismo será disputada ainda neste domingo, às 17h50 (horário de Brasília), no Estádio Olímpico de Londres.