Porto Alegre

12ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

  • 22/07/2017
  • 12:09
  • Atualização: 12:33

Porto Alegre volta a ter Festival de Inverno de Literatura

Após três anos, terá discussões sobre Nelson Rodrigues, Borges, Garcia Márquez, Merquior e outros temas

Atividade sobre Gabriel Garcia Márquez | Foto: Cesar Rangel / AFP / CP

Atividade sobre Gabriel Garcia Márquez | Foto: Cesar Rangel / AFP / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Um dos eventos mais genuinamente porto-alegrenses, com a cara da literatura e da música gaúcha e dos países da América do Sul, o Festival de Inverno está de volta após três anos sem edições. A 9º edição, de 24 a 30 de julho, no Centro Municipal de Cultura (Erico Verissimo, 307) e Cinemateca Capitólio (Demétrio Ribeiro, 1085), será centrada em grandes nomes da literatura e do pensamento do Brasil e da América do Sul, como Jorge Luis Borges, Gabriel García Márquez, Nelson Rodrigues, Carlos Drummond de Andrade e José Guilherme Merquior e terá temas como “Escritores Gaúchos em Ação”, “Escrita de Mulher”, “A Morte da Moda”, “Escritores Argentinos” e concertos na abertura e encerramento, no Teatro Renascença: Quarteto Osesp no dia 24, 18h30min; e o argentino Esteban Morgado Cuarteto, com participação de Luiz Carlos Borges, no dia 30, às 20h.

A ideia da volta do Festival foi do coordenador do Livro e Literatura da Capital, Sergius Gonzaga, idealizador das sete primeiras edições com grandes nomes da literatura, humanidades e música, como Affonso Romano de Sant´Anna, Osvaldo Giacoia Jr., Lira Neto, Juan José Sebrelli, Eric Nepomuceno, Ney Matogrosso, Fito Paez, Jorge Drexler, Liliana Herrero. “A ideia do festival, em 2006, era manter a população em Porto Alegre para eventos literários, musicais e de outras artes, pois muitos iam a Gramado ou viajavam para fora”, revela Sergius, que destaca o curso “Jorge Luis Borges: Breve História da Eternidade”, de terça a sexta, 10h30min, com Martin Kohan presente à 7ª edição, em 2012, falando sobre Julio Cortázar. “O Martín Kohan é um escritor e professor de Teoria Literária argentino que pode dar curso sobre qualquer autor argentino, tamanho o seu preparo e desenvoltura com o público”, diz.

Na segunda-feira, será o início da Feira de Livreiros Independentes, que fica até o dia 30, das 9h às 21h30min e do curso “Escritores Gaúchos em Ação”, que até sexta traz dois escritores por noite para abordar obras e processos de criação, com Daniel Galera, Michel Laub, Robertson Frizero, Julia Dantas, Moema Vilela, Gustavo Melo Czekster e José Francisco Botelho, estes dois últimos que assinam artigos na página central deste CS. Também na segunda, 20h, será apresentado no Capitólio o documentário “Paixão pela Razão” sobre José Guilherme Merquior, com relançamento de “Arte e Sociedade em Marcuse, Adorno e Benjamin”, pela É Realizações, com debate entre João Cezar de Castro Rocha e Sergius Gonzaga. João Cezar traça um perfil de Merquior na página 3, que também traz um fragmento do livro.

Outras atrações são a palestra “Drummond Cordial”, na terça, 25, 9h, com Jerônimo Teixeira, o curso “Gabriel García Márquez: o Romance do Século XX”, com Karina Lucena e Sergius, de terça a sexta, às 14h30min. Karina assina artigo na página central sobre os 50 anos de “Cem Anos de Solidão”. Outros cursos trarão nomes de ponta no cenário nacional como Leandro Narloch, Monica Waldvogel, Isabela Boscov e no último dia, 30, às 15h, o Festival recebe na Sala Álvaro Moreyra, o dramaturgo romeno Matéi Visniec, autor de grandes peças como “A Máquina Tchekhov” e “O Último Godot”. Mais pelo www.facebook.com/events/456214904739938.