Porto Alegre

12ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

  • 10/08/2017
  • 12:29
  • Atualização: 12:37

Adaptação de Luc Besson para "Valerian" não economiza nos efeitos visuais

Famosa história em quadrinhos francesa volta aos cinemas estrelada por Dane DeHaan e Cara Delevingne

Cara Delevingne e Dane DeHaan em cena do filme | Foto: Divulgação / CP

Cara Delevingne e Dane DeHaan em cena do filme | Foto: Divulgação / CP

  • Comentários
  • Adriana Androvandi

"Valerian e a Cidade dos Mil Planetas" é uma ficção científica adaptada das histórias em quadrinhos de Jean-Claude Mézières e Pierre Christin pelas mãos do diretor francês Luc Besson. O filme estreia nesta quinta-feira e a narrativa se passa em um futuro bem distante.

Valerian (Dane DeHaan) é um agente espacial que trabalha ao lado de Laureline (Cara Delevingne), por quem é apaixonado. Eles defendem os interesses dos seres humanos e de seus planetas aliados. Seguindo ordens de seu comandante (Clive Owen), a dupla embarca em uma missão no planeta Alpha, onde vivem milhares de espécies de diferentes pontos do universo. E enfrentam uma ameaça que coloca a vida de todos em risco.

Quem gosta de fantasia e pirotecnia, pode gostar do filme. Caso contrário, é possível concluir que os efeitos visuais são excessivos. Mas consolida o estilo de Luc Besson, um dos únicos franceses a propor um cinema de ação em grandes produções que fazem frente às norte-americanas. No elenco, o longa-metragem conta com um time internacional, tendo participação de Ethan Hawke.

Falada em inglês, a narrativa traz ainda uma performance marcante da cantora Rihanna, que interpreta uma alienígena. Seu show coreográfico-musical é um dos pontos altos do filme. Por fim, a mensagem de tolerância entre povos de diferentes origens salva esta aventura da pura excentricidade.

Veja o trailer:


TAGS » Cinema, Filme, Variedades