Porto Alegre

12ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

  • 05/08/2017
  • 09:43
  • Atualização: 10:19

Festival de Gramado em muitas de suas dimensões

A 45ª edição apresenta, além de filmes, debates sobre a sétima arte

As Duas Irenes é um longa brasileiro que tem surpreendido fora do país | Foto: Festival de Gramado / Divulgação / CP

As Duas Irenes é um longa brasileiro que tem surpreendido fora do país | Foto: Festival de Gramado / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Marcos Santuário

Ao chegar a sua edição número 45, o Festival de Cinema de Gramado abre caminho para os novos olhares que as produções audiovisuais estão tendo em todo o mundo. Não se pode mais ver o cinema com os velhos olhos de quem não percebe estas mudanças. Não se pode dizer que nada está acontecendo. Por isso, na noite do próximo dia 17, o Festival de Cinema de Gramado já terá incluído, em sua agenda oficial, uma mostra destas mudanças. Hoje é mais possível, técnica e financeiramente, fazer cinema e, os estudantes de Gramado vêm mostrando isso com suas ambições audiovisuais no Educavídeo. Eles produzem seus filmes, durante o ano, e mostram na noite anterior à abertura oficial o Festival. Isso remonta a uma região que também quer ser protagonista na produção e não só na exibição do audiovisual contemporâneo.

• Festival de Gramado dá destaque ao cinema latino-americano

Quando as cortinas da festiva edição dos 45 anos se abrirem na sexta-feira dia 18 de agosto, estará oficialmente aberta a temporada de debates e encontros com a atualidade do cinema brasileiro e latino, conectados com os movimentos mundiais. A recente edição do Festival de Cannes, na França, abriu discussão ao selecionar dois filmes que não ganharam as telas dos cinemas, por tratar-se de duas produções da Netflix.

• Festival gaúcho traz homenagens a grandes nomes do cinema

Pedro Almodóvar, dirigindo o Júri Oficial de Cannes, não cedeu aos apelos contemporâneos e posicionou-se ante a questão, e viu a regra estabelecer-se: a partir do ano que vem só concorrem em Cannes filmes que forem exibidos nos cinemas.

• Festival de Gramado comemora seus 45 anos de vida

Gramado será o primeiro Festival na América Latina a discutir proposital e sistematicamente esta nova realidade no universo da produção, da distribuição e da exibição. Para isso, representantes de várias correntes do pensamento audiovisual nacional e internacional subirão à Serra gaúcha para o evento. Estarão presentes diretores, produtores e distribuidores, gente da Netflix, realizadores ligados a estes novos conceitos e outros defensores do que pode ser chamado de “purismo cinematográfico”. O debate está aberto.