Porto Alegre

12ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

  • 02/08/2017
  • 14:09
  • Atualização: 15:11

"First They Killed My Father", dirigido por Angelina Jolie, ganha primeiro trailer

Filme conta história de sobrevivente do regime ditatorial que assolou o Camboja na década de 1970

Filme é baseado na autobiografia da ativista de direitos humanos Loung Ung | Foto: Youtube / Reprodução / CP

Filme é baseado na autobiografia da ativista de direitos humanos Loung Ung | Foto: Youtube / Reprodução / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

"First They Killed My Father", uma produção original da Netflix dirigida por Angelina Jolie e que imerge no Camboja da segunda metade da década de 1970, durante o governo ditatorial do Khmer Vermelho, ganhou nesta quarta-feira seu primeiro trailer. Recentemente, o filme ganhou notoriedade por conta do método utilizado pela equipe do longa para selecionar e elenco, o que gerou acusações de abuso emocional e chantagem psicológica. A obra chega ao serviço de streaming no dia 15 de setembro.

• Angelina Jolie nega "jogo psicológico" para escolher crianças para filme 

O longa é baseado no livro homônimo da ativista de direitos humanos Loung Ung e acompanha o relato de sobrevivência da escritora ao regime, que governou o país asiático entre 1975 e 1979. A própria autora adaptou o roteiro ao lado de Angelina; um dos sete filhos de um alto funcionário do governo, Loung Ung, viveu uma vida privilegiada na capital cambojana de Phnom Penh até os cinco anos. Em abril de 1975, o exército de Pol Pot entrou na cidade, forçando a família  a fugir e, eventualmente, a se dispersar.

Loung foi treinada como uma criança soldado em um campo de trabalho para órfãos, seus irmãos foram enviados para campos de trabalho e aqueles que sobreviveram aos horrores não seriam reunidos até que o Khmer Vermelho fosse destruído. Durante quatro anos, cerca de 2 milhões de cambojanos foram mortos pelo regime como resultado de execuções políticas, fome e trabalho forçado. Devido ao grande número de mortos, este período é conhecido como o Holocausto cambojano ou Genocídio cambojano.

Assista ao trailer: